Sem categoria

COMO TIRAR VANTAGEM DA SUA MIGRAÇÃO PARA A NUVEM

A nuvem é uma das principais tendências tecnológicas. Assim como em outras inovações, o planejamento é uma das etapas mais importantes, com a finalidade de realizar uma migração bem-sucedida da sua infraestrutura de TI para a nuvem.

Ao pensarmos em nuvem, temos a impressão de que as práticas são difíceis de executar, mas com criatividade, com as pessoas certas alinhadas com as funções que a migração exige, as iniciativas em nuvem são ótimas oportunidades  para  transformar seus negócios no futuro.

A nuvem requer a integração da pilha de tecnologia, pessoas e processos pela empresas. 

Para alcançar o resultado esperado, as empresas estão em busca da combinação certa de ambientes públicos, privados e híbridos para as suas necessidades. A HPE apresenta o relatório “Preparando você para a transformação da nuvem – como fazer de maneira certa; 7 práticas recomendadas para o sucesso” (Preparing for your cloud transformation – How to do cloud the right way: 7 best practices for success), confira:

1. Escolha sua nuvem

Uma das primeiras coisas a serem feitas quando se trata de nuvem é verificar qual é a nuvem mais adequada para sua empresa, pois como é um modelo operacional diferente para TI, onde as funções são totalmente automatizadas e a infraestrutura é de responsabilidade de um provedor de serviço.

Os modelos de nuvem dividem-se em nuvem pública,privada e híbrida. Os serviços de computação são administrados por internet pelo provedor de serviço de nuvem terceirizado no modelo de nuvem pública. Na nuvem privada, os recursos são gerenciados de maneira privada, de acordo com a necessidade da organização. Já na nuvem híbrida, há a integração dos dois modelos (público e privado) em que os recursos são distribuídos entre ambos.

Segundo o relatório  “Relatório De Nuvem Da Rightscale 2019 – Rightscale’s 2019 State Of The Cloud Report, dos 94%  respondentes que usam a nuvem, 3% usam somente a nuvem privada, 22% usam somente a nuvem pública e 69% usam a nuvem híbrida.

Antes de decidir optar pela nuvem, descubra o que a nuvem significa para você e se ela está alinhada aos objetivos da sua empresa.

2.  A nuvem é ideal para minha empresa?

A adoção da nuvem parte da resposta à seguinte pergunta: Por que nuvem? Todo processo de mudança precisa de adaptação a novas realidades e a resolução de problemas, mesmo com diversos benefícios, a nuvem pode não ser uma boa opção para todas as lacunas do seu negócio. Considere a integração de pessoas, processos e tecnologias na identificação das razões :

  1. A  mudança de cultura também envolve pessoas e processos. As empresas precisam desconstruir o “sempre fizemos assim e deu certo” e estar aberta a novas ideias e métodos;
  2. O tempo para obter o valor esperado depende do quanto o processo e tecnologia estão sendo aproveitados, vai além da automação de implantações de software, mas de todas as atividades desempenhadas pela organização;
  3. A inovação acontece com pessoas que aplicam a tecnologia, gerando novas ideias. A nuvem permite que as empresas experimentem mais e com agilidade.

3. Esse é o momento certo?

A escolha do momento certo para implantar a migração para a nuvem é resultado do quanto a organização está pronta para realizar tal processo, levando em conta o seu planejamento e condição financeira para realizar investimentos a longo prazo, como também as alterações estruturais.

Se você já resolveu essas lacunas ou já está pensando em como resolvê-las, então está pronto para iniciar uma migração para a nuvem. 

4. Conheça sua economia na nuvem

Para entender a economia da nuvem, é preciso estar atento a sua divisão em duas categorias de custos. A primeira categoria refere-se ao total linear da análise de custos de propriedade, juntamente com uma economia de custos. O TCO compara a substituição de igual para igual de serviços locais com os serviços em nuvem. Ao determinar os custos atuais, observe-os como um todo, por isso considere as seguintes áreas:

  • Custos de hardware e rede;
  • Custos de inatividade (planejados e não planejados);
  • Custos de atualização;
  • Custos de recuperação de desastres/ continuidade dos negócios;
  • Sanções por contrato de nível de serviço;
  • Custos de implantação;
  • Custos de suporte operacional (dia a dia das operações);
  • Custos de desempenho;
  • Custos de seleção de software de fornecedor;
  • Custos de análise de requisitos;
  • Custos com desenvolvedores, administração e custos com treinamento para usuários finais;
  • Custos de integração com outros sistemas;
  • Qualidade, aceitação de usuário e outros testes;
  • Melhoria de aplicativos e custos de correção de bugs;
  • Custos de segurança física;
  • Custos legais, MSA e de contratação;
  • Custos de reposição e entrega;
  • Custos de outros riscos (incluindo violações de segurança);

A segunda categoria diz respeito a economia da nuvem no que tange a agilidade e outros custos reduzidos: Qual o benefício de ter uma infraestrutura nativa da nuvem, altamente flexível e ágil? Qual é o impacto financeiro de redução do tempo de provisionamento de meses para horas? Quantificar esses benefícios intangíveis da nuvem para uma empresa pode ser difícil, portanto avalie estas questões:

  • Como você mede o impacto da produtividade (em dias/pessoa)? 
  • Qual é o benefício total do desenvolvimento acelerado de aplicativos?
  • Como você mede o impacto dos ciclos de vida de software mais rápidos?
  • Como você mede um modelo de “falha rápida”?
  • Quanto as falhas da equipe e as interrupções custam à sua organização?

Obter respostas concretas diante dessas questões é um desafio, por esse motivo, rastreie os seus KPI’s financeiros à medida que você cria o seu programa em nuvem. 

5. Ótima execução

O princípio de uma execução bem feita é o planejamento. Agora que você já entendeu o que a nuvem significa para você, o porquê de adotá-la, estruturou a sua empresa e definiu os custos, é hora de colocar em prática.

As empresas estão adotando a nuvem para oferecer mais valor aos clientes finais.  Elas querem amadurecer suas operações para manter a competitividade, oferecendo valor mais rápido. Para conseguir uma maturidade consolidada na transformação em nuvem leva tempo, então execute cada etapa com calma, capacite a sua equipe e promova uma cultura de aprendizagem contínua para aproveitar o melhor da nuvem.

Conte com a MPE Soluções para realizar a sua migração para nuvem. Entre em contato com nossos especialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *